Browsing Category

Humor

Humor

Tornar uma Wave pública – Google Wave

Uma grande sacada do Google Wave é a integração de várias pessoas como leitores/editores das Waves, que acabam sendo uma construção coletiva. Ao criar uma Wave você adiciona pessoas com quem você deseja compartilhar aquela informação e elas passam a editar o conteúdo e enviar suas informações. Mas as Waves são restritas aos adicionados nelas.

public-wave-criar

Isso é possível reverter se você adicionar na Wave um perfil padrão conhecido como Public, como ilustrado na imagem acima. Ao arrastar esse perfil para uma Wave, outras pessoas, com conta no Google Wave (claro!) poderão acessar e ver as conversas ali e até participar delas.

Para isso basta você adicionar um contato. Existem dois e você pode escolher algum deles:

public@a.gwave.com (mais comum)

public@a.googlewave.com

Ao adicionar o contato aparecerá a mensagem de que ele não existe (“User does not have a Google Wave account”) e o botão Submit ficará desativado.

public-wave-add

Basta insistir apertando a tecla Enter do seu teclado e o perfil Public será adicionado à sua lista. Então aparecerá com um avatar do globo terrestre. Sempre que você desejar abrir uma Wave ao público, caberá unicamente arrastar esse contato, como se faria com qualquer outro.

Humor

Google Wave complemento para Firefox

O navegador FireFox tem ganhado terreno cada vez maior, em busca de superar o Internet Explorer, que ainda domina o mercado. Aqueles que já têm uma experiência mais aprofundada percebem logo a superioridade do FireFox. Mas quem usa o Google Wave já percebeu que esse serviço não carrega bem nem no FF, nem no IEca, o que exige usar o Google Chrome – não era de se esperar menos. Descobri um complemento (Add-on) que dá notificações de sua conta do Wave no FF, veja!

add-on-google-wave-firefox

Como todo complemento para FireFox, sua instalação é simples e este é totalmente gratuito, como é a maioria também. Eu testei e achei super leve e simples para usar. O Google Wave deixa a navegaçào pesada se fica aberto no navegador, mesmo no Chrome, por muito tempo, o que não acontece usando o Wave Add-on.

É compatível com todas as versões 3.x do Firefox para praticamente todos os principais sistemas operacionais, inclusive o novo Windows 7, bem como Ubuntu e OS X. Basta instalar, adicionar os dados de sua conta e esperar as notificações de atualização das waves e blips recebidos, e só abrir o Google Wave quando algo realmente de seu interesse for recebido.

Download do complemento: Wave Add-on for FireFox 0.0.3
Site oficial do produto: That Smith

Fonte: Guia do Google Wave

Humor

Aprenda bloquear o UltraSurf na rede

site_blockedSei que muito nego vai odiar esse post, mas sinto muito. Como administrador de rede, é fundamental para a empresa mantê-la em segurança. Com este ponto de vista, crio esse post para ajudar outros administradores e/ou curiosos de plantão.

O Ultrasurf é um software da UltraReach Internet Corp. desenvolvido para os chineses burlarem a censura que existe por lá. Acho admirável a iniciativa e os desenvolvedores merecem aplausos. Porém, aqui no mundo capitalista, a ordem é produção, logo, preciso evitar que alguns funcionários gastem seu tempo acessando Orkut e derivados.
O Ultrasurf é inteligente e pequeno, cerca de 100Kb. Ele abre várias conexões pela porta 443 a diferentes sites (proxy) e permite que Orkut ou qualquer página bloqueada pelo Orkut seja acessada.

Temos duas formas de bloquear este carinha. Ou seja, ou você bloqueia todas portas e libera as necessarias ou bloqueia via hash no GPO do Windows 2000, XP, 2003.

Bloqueando pelo Squid

Caso você opte por bloquear pela primeira opção crie uma ACl no squid da seguinte forma:

1. Use a política DROP no Iptables, bloqueando todas as portas e liberando o que era necessário.
2. Fechei o acesso no Squid para todas as conexões SSL que eu não queria liberar, assim:

acl sitesssl url_regex -i “/etc/squid/sitesssl”
http_access deny SSL_ports !sitesssl

No arquivo /etc/squid/sitesssl estão os sites liberados, entre eles, bancos, gmail, hotmail, messenger.
Detalhe: NÃO funciona com proxy transparente.

Para saber se os usuários estão usando o Ultrasurf basta visualizar os relatórios de acesso. Caso apareçam muitas conexões pela porta 443 com um número significativo de IPs (não vai resolver nomes), o usuário está usando o programa.

Bloquenado no GPO do Windows 2000 e 2003

  1. Crie uma GPO para configurar apenas este recurso. O nome pode ser, por exemplo, COMPUTADORES: Bloqueio executável Ultrasurf.
  2. Edite a GPO atráves do comando GPEDIT.MSC no menu executar do Windows. 
  3. Na janela de edição da GPO, expanda Configurações do computador -> Configurações do Windows -> Configurações de segurança.
  4. Clique com o botão esquerdo do mouse para selecionar Diretivas de restrição de software.
  5. Clique com o botão direito em Diretivas de restrição de software e clique em Novas diretivas de restrição de software.
  6. Na pasta “Regras adicionais”, clique com o botão direito do mouse e selecione “Nova regra de hash…”.
  7. Na janela “Nova regra de hash”, clique no botão procurar e localize o executável do Ultrasurf. Confirme que a opção “Nível de segurança” esteja definida como “Não permitido” e clique no botão Ok para criar a nova regra de hash.
  8. Repita os passos 6 e 7 para cada versão do executável do Ultrasurf.
  9. Aplique a GPO apenas na Unidade Organizacional que contém os computadores dos usuários.

Infelizmente temos que criar uma nova regra de hash para cada versão do Ultrasurf, pois o hash do executável dele é diferente para cada versão.

Não esqueça as recomendações padrão no trato de GPOs:

  • Não altere as GPOs “Default domain policy” ou “Default domain controllers policy”.
  • Trabalhe com GPOs sempre no nível das Unidades Organizacionais para evitar erros de configuração em outros níveis do domínio.
  • Aplicada esta regra no Windows e você esteja em um dominio, a regra será aplicada para todo usuário do mesmo.

Bloquenado no GPO do Windows XP

  1. Iniciar, executar, gpedit.msc
  2. Expanda Configuração do Computador, configurações do Windows, configurações de segurança, Diretivas de restrição de software, regras adicionais.
  3. Clicar com o botão direito no lado direito do gpedit, nova regra de Hash, no hash de arquivo procurar o arquivo ou o executável que deseja bloquear, nível de segurança fica na opção não permitido.
  • Não esqueça que para cada versão do software, será necessário a criação de uma nova hash.
  • Procure sempre manter-se atualizado sobre novas versões deste software.

Essas informações foram retiradas dos seguintes sites: Viva o Linux, Google e José Carlos

TwitterGIF

Humor

Primeiro Pendrive com USB 3.0

st_3_1

SuperTalent's RAIDdrive: Rápido!

E começa aparecer os gadgets com a tecnologia USB 3.o! Que com certeza é muito bem vinda… chegando a velocidades de transferência de até 4.8Gbps. Não é mesmo bem vinda?

O Super Talent é o primeiro pendrive com interface USB 3.0 e que consegue atingir taxas de transferência de até 4.8 Gbps 8O e possuem tamanhos de 32GB, 64GB e 128GB.

Analisando a performance desse novo tipo de interface, esse pendrive pode ser até 10 vezes mais rápido que aqueles com interface 2.0 e podem transferir 320MB em apenas 1 segundo.

O lançamento do Super Talent está previsto para a primeira quinzena de Dezembro e os preços ainda não foram divulgados.

Fonte: theregister

TwitterGIF

Humor

Novo Ubuntu 9.10 tem recursos na nuvem

A Canonical acabou de disponibilizar os downloads do Ubuntu 9.10 Desktop Edition. A grande novidade dessa versão é marcada pelo serviço gratuito de armazenamento em Cloud Computing.

Ubuntu

O serviço recebe o nome de Ubuntu One, um pacote de serviços em computação em nuvem, que permite ao usuário realizar backup, sincronização e o compartilhamento de arquivos.

Os usuários terão até 2GB gratuitos para armazenar suas informações na nuvem.

Ta esperando o que? Baixe agora mesmo! Aconselho a baixar via torrent pois o número de downloads nesse momento é grande.

http://www.ubuntu.com/

Torrent-> http://torrent.ubuntu.com/simple/karmic/desktop/

 

Sigam-me os Bons!